Skip to main content

Adversário na Libertadores, Cavani esteve próximo de vestir a camisa do Palmeiras; entenda

Uruguaio por pouco não foi contratado pelo Palmeiras

Na noite desta quinta-feira (28), a partir das 21h30 (horário de Brasília), o Palmeiras visita o Boca Juniors pela partida de ida da semifinal da Copa Libertadores da América. O duelo em La Bombonera coloca frente a frente dois elencos repletos de grandes jogadores, entre eles, o uruguaio Edinson Cavani, que fez carreira em gigantes do futebol europeu.

Cavani
Foto: ( divulgação/boca juniors)

Cavani esteve muito perto de ser jogador do Verdão alguns anos atrás, quando o time paulista ainda era presidido por Maurício Galiotte. Segundo o empresário e irmão do uruguaio, Walter Fernando Guglielmone, o atacante chegou a se reunir com a diretoria do alviverde em 2019, quando ele ainda era jogador do PSG, da França: “Ele ainda estava no Paris Saint-Germain. E chegou a se reunir com a diretoria do Palmeiras”.

Publicidade

Na época, o agente de Cavani tinha o interesse de saber da possibilidade do Palmeiras investir na contratação do atacante, já que ele considerava atuar no futebol Sul-Americano. No entanto, segundo o próprio presidente do time paulista, os altos valores envolvendo o uruguaio foi o maior empecilho: “É um jogador com remuneração significativa, por merecimento. Houve essa conversa, depois não tivemos sequência”, disse Galiotte.

Cavani deixou o Valência (ESP) e acertou com o Boca Juniors, onde chegou com festa da torcida e como uma das maiores contratações da história do clube argentino. No entanto, o momento do atacante de 36 anos não é bom, tendo balançado as redes apenas uma vez desde que chegou ao clube de Buenos Aires. Na noite desta quinta-feira (28), o veterano estará em campo contra o Palmeiras.

Deixe um comentário

Publicidade

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *