Skip to main content

Com novo patrocínio, Corinthians arrecada o dobro do Palmeiras; confira os números

Corinthians tem arrecadação história

O Corinthians não viveu bons momentos em 2023 em relação a troféus, no entanto, após preencher todos os espaços no uniforme, a arrecadação do clube com patrocínios se tornou a segunda maior do país, estando atrás apenas do Flamengo. Em relação ao seu arquirrival, Palmeiras, o Timão irá faturar 50% a mais. Os números foram calculados pelo próprio clube paulista.

Yuri alberto
Foto: rodrigo coca/agência corinthians

O último espaço na camisa do Corinthians foi preenchido pela empresa Tele-Sena, com acordo válido até junho de 2024. Segundo os cálculos do clube, o valor total em arrecadação por patrocínios é de R$ 123 milhões, o dobro do Palmeiras, que fatura cerca de R$ 81 milhões. Os valores são bem superiores aos do São Paulo, que ganha em torno de R$ 60 milhões com as marcas estampadas na camisa.

Publicidade

Com estes valores, a camisa do Corinthians só não é mais valiosa que a do Flamengo, que fatura com seus patrocínios cerca de R$ 150 milhões. A meta estipulada pelo Timão para a temporada é de R$ 144 milhões, no entanto, envolve também outros setores do clube. Em 2022, o alvinegro conseguiu atingir a meta, inclusive, superou a expectativa após bater R$ 108 milhões em arrecadação.

Patrocínios da camisa do Corinthians

  • Neo Química (master), válido até dezembro de 2025;
  • BMG (mangas), até dezembro de 2026;
  • Ale (peito), até dezembro de 2023;
  • Pixbet (costas e ombros), respectivamente dezembro de 2023 e dezembro de 2025*;
  • Spani Atacadista (barra traseira), até dezembro de 2023;
  • Tele-Sena (barra frontal), até junho de 2024;
  • UniCesumar (calção), até fevereiro de 2024;
  • Lukma (traseira do calção), até março de 2024;
  • Cartão de Todos (meiões), até dezembro de 2024

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade