Skip to main content

Vitor Pereira volta a falar do Flamengo e chama dois jogadores brasileiros de “selvagens”

Vitor Pereira volta a falar do Mengão

Com passagem desastrosa pelo Flamengo, Vitor Pereira segue sendo assunto sempre que cita o nome do time carioca. Desta vez, além de voltar a justificar seu desempenho ruim no rubro-negro, o português foi polêmico quando afirmou que Endrick e Vitor Roque chegarão como selvagens na Europa quando vestirem as camisas de Real Madrid e Barcelona, respectivamente.

“Ambos são jogadores especiais, mas precisam de tempo. Eles precisam trabalhar taticamente, porque chegam do Brasil um tanto ‘selvagens’, se é que você me entende. Têm qualidade técnica e são rápidos, nisso são diferenciados. São jogadores de qualidade, mas uma coisa é jogar no Brasil e outra coisa é atuar na Europa”.

Publicidade

Vitor Pereira falava sobre as contratações de Endrick e Vitor Roque por Real Madrid e Barcelona, respectivamente. Segundo ele, os atacantes possuem muita qualidade, no entanto, será preciso ter paciência até que eles consigam se firmar nas equipes espanholas. As joias de Palmeiras e Athletico-PR são consideradas promessas do futebol brasileiro e já recebem oportunidades na Seleção Brasileira.

Qual foi o problema no Flamengo?

Vitor Pereira iniciou a temporada no Flamengo e não conseguiu conquistar os títulos disputados. O português foi demitido para a contratação de Sampaoli, que também não foi bem e deu lugar a Tite, contratado para 2024. O comandante, que está sem clube, justificou que seu fracasso no rubro-negro se deve principalmente a falta de tempo para treinar.

“Cheguei ao Flamengo e comecei a disputar títulos sem treinar. Em dois meses estávamos disputando quatro títulos. No Brasil, o grande problema é que as viagens são muito longas, as diferenças de temperatura são enormes, há muitas competições. E você tem pouco tempo para treinar. E preciso disso para implementar minha maneira de jogar. No Flamengo não tive tempo. No Corinthians, por outro lado, acho que fizemos um ótimo trabalho”.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *