Skip to main content

Leila Pereira explica motivo de não trazer reforços para o Palmeiras

Palmeiras terá reforços? Leila Pereira responde

Apesar de saídas importantes, como Danilo e Gustavo Scarpa, além da lesão de Dudu, o Palmeiras trouxe apenas dois nomes para reforçar o time: Richard Ríos e Arthur. A presidente Leila Pereira falou sobre o baixo número de reforços e explicou sobre a dificuldade que o time alviverde encontrou para trazer nomes que se encaixassem no perfil que o clube buscava.

Abel ferreira
Foto: césar greco/palmeiras

Leila Pereira afirmou que alguns dos nomes escolhidos pela diretoria não quiseram jogar no país: “É muito difícil morar aqui, a insegurança do nosso país, dos nossos clubes, causam verdadeira repulsa. Eu entro nas negociações quando não está andando na velocidade que eu penso. Eu ligo, falo com o atleta, falo com o empresário, e essa é a dificuldade que nós temos”.

Publicidade

Considerando o ponto levantado pela presidente, a pergunta é a seguinte: por que não houve acerto com atletas que atuam no Brasil? Segundo Leila Pereira, os nomes disponíveis não se encaixaram no perfil que o clube buscava ou eram caros demais: “Aqui no Brasil, alguns jogadores que tivemos possibilidade, não vou citar nomes, teve um que eu tive a possibilidade de trazer. Eu não trouxe porque achei o valor alto, não achei que valesse”.

O Palmeiras passou em branco na última janela de transferências. A diretoria chegou a avançar nas conversas pelo meia argentino Roberto Pereyra, no entanto, as tratativas travaram por conta do desejo da família do atleta em permanecer na Europa. Ao longo do ano, o Verdão teve negociações frustradas com os seguintes nomes: Wendel, do Zenit, Santiago Hezze, do Huracán, e Aníbal Moreno, do Racing.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade